Como me organizo

Minha organização pessoal em 3 passos

Hoje vim compartilhar com vocês como é minha rotina de organização. Como disse, já testei inúmeras formas de me organizar, vocês não fazem ideia! Já tentei anotar tudo no planner (anotações de rotina + compromissos), ou tudo em um caderno. Também já tentei usar vários modelos de planner (visão semanal em duas páginas, ou em uma página só). Enfim, vários e vários testes até chegar no modelo atual.

A forma que vou apresentar a seguir é o que melhor funciona para mim. Pode ser que para você seja melhor de outra forma, e tudo bem! Acho super válido conhecer várias maneiras e adaptar para o que funciona na sua rotina.

Ferramentas que uso na minha rotina


Hoje eu uso um caderno e um planner com visão semanal em duas páginas:

Planner: fica sempre aberto na semana atual. Nele, anoto apenas os compromissos com data e hora marcada. Apenas. Anotações diversas e ideias vão para o caderno.

Caderno: Serve qualquer um. Hoje uso o caderno essencial, pois amo as folhas pontilhadas. O caderno é a minha caixa de entrada, tudo que surge e que demande alguma ação minha, anoto nele, mas de forma organizada, como mostro a seguir.

Passo 1: listo as tarefas

A primeira coisa que faço antes de ligar o computador, é listar as tarefas do dia. Anoto o dia atual no topo da página e vou anotando cada tarefa em uma linha diferente, à medida que me lembro ou que a tarefa surge, sem uma ordem específica. O importante é registrar tudo.

Passo 2 – Elejo prioridades

Depois de tudo anotado, passo para a parte de priorizar o que fazer primeiro.

Nunca pule essa parte! Priorizar tarefas é o pulo do gato. Pular essa parte mata qualquer dia. Sem priorizar, você acaba apagando incêndios sabe? Fazendo as coisas na medida em que você lembra ou alguém cobra. Cilada! Como priorizar? Sempre responda a si mesma: "o que, se eu tiver feito, fará meu dia ter valido a pena?"

Recentemente, conheci o método Ivy Lee e gostei muito. No nosso Instagram tem um resumo dele. Basicamente é listar de 1 a 6 as tarefas em ordem de urgência e importância. Sendo a 1 a que você precisa fazer primeiro. Você começa trabalhando no item 1 e só passa para o próximo item quando terminar o primeiro, e assim por diante.

Passo 3: reviso o dia

No final do dia, meu caderno está como na foto abaixo. Não abro mão de desenhar essas caixinhas ao lados das tarefas. Elas são meus guias. Gosto das caixinhas pois deixa o caderno mais visual. Eu sei que se houver algum bloco em branco é porque ele representa uma pendência: ou eu preciso registrá-la nas tarefas do dia seguinte ou eu preciso anotá-la no planner para fazê-la em uma outra data. Nada pode ficar em branco, alguma ação precisa ser feita.

  • Tarefa cumprida: recebe um “check”.
  • Tarefas adiadas: repito a tarefa na página do dia seguinte e depois marco a respectiva caixinha com uma setinha.
  • Tarefas canceladas: risco a caxinha

Algumas considerações

  • Acho linda a estética de caderno com canetas coloridas. Mas para mim, não é prático. Priorizo ao máximo a praticidade, então vai só com uma cor mesmo. No máximo, uso um marca texto.
  • Não são todos os dias que consigo aplicar o método Ivy Lee. Tem dias que são tão corridos que vou fazendo o que é possível (errado sim, mas quem nunca?). Mas ter um método é bom porque você sabe para onde voltar quando se sentir perdida e improdutiva.
Como testadora de inúmeras formas de organização, deixo uma dica que é universal, independente da sua forma de organização: concentre suas tarefas no menor número de caixas de entrada possível. Minhas ferramentas de rotina são essas 2: um planner e um caderno.

Eu tenho vários cadernos, para diferentes usos (estudo de línguas, reflexões minhas, etc). Mas como caixa de entrada, apenas um. Uma leitora querida respondeu a última edição do Voando Alto dizendo que tem várias agendas com diferentes assuntos, mas sempre se esquecia de revisar alguma agenda. E é isso que acontece mesmo. Inclusive o autor do livro “A arte de fazer acontecer” não recomenda dividir as tarefas pessoais das profissionais, porque, afinal, temos uma vida só, uma cabeça só, enfim… não vamos complicar né? De complicado, já basta nossa rotina de mulher, profissional, esposa, mãe, etc.

Espero que tenham gostado! Se quiser compartilhar como você se organiza, vou amar saber. Comenta aqui!

Achados e perdidos

Contente.vc é um perfil que traz ótimas reflexões sobre como ter uma relação mais saudável com a internet. Conteúdo leve, positivo, necessário.

Roda da Vida é uma das ferramentas mais clássicas do desenvolvimento pessoal. É a partir dela que você se conhece melhor e entende que área precisa trabalhar para ter mais satisfação na vida. Neste post, ensinamos como usar e ainda tem template gratuito pra você baixar, imprimir e usar em casa.

Este conteúdo foi publicado primeiro no Voando Alto, nossa newsletter semanal enviada para os assinantes da nossa lista de e-mails. Para se inscrever e receber estes e outros conteúdos exclusivos, clique aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima