4 dicas para recuperar o tempo perdido

Escrevemos esse post na metade de ano, uma boa época de fazer um belo balanço pessoal. Fizemos uma live sobre esse assunto e queremos registrar aqui o resumo dela. Para conferir a live, vem aqui no nosso Instagram!

Imagine que hoje é dia 1º de janeiro…

E você dá uma tarefa a um subordinado seu. Por exemplo: fazer um projeto grande até o dia 30 de junho. Se você quer garantir que essa tarefa importante seja feita, precisa criar checkpoints ou marcos para ir monitorando a entrega. Você não pode chegar no dia 30 de junho e perguntar: “e aí fulano, cadê o projeto?”. Não é assim que funciona.

Como gestora, você precisa fracionar a tarefa, e acompanhar os progressos semana a semana para garantir que ele estará pronto no deadline. Esse fracionamento é fundamental. É por isso que nossos planners tem os objetivos macro, onde você divide as metas em ações menores e mais simples.

Mas esse exemplo é sobre a entrega dos outros. E quanto às nossas próprias entregas, os objetivos que damos para nós mesmas?

Nesse caso, ninguém vai te cobrar, pois a meta é com você mesma. Você precisa se cobrar, ter compromisso com seus sonhos, pois eles só importam pra você mesma. E essa é a parte mais difícil, pois a grande maioria de nós precisa ser cobrada por alguém para fazer as coisas. 

Nesse post comentamos que é importante que a sua família saiba dos seus objetivos. Eles são sua rede de apoio e maiores incentivadores. Compartilhe com eles, pois a sua conquista é a deles também. Façam com que eles tenham empatia com seus objetivos, venda seu sonhos pra eles. Assim, fica mais fácil deles entenderem alguma ausência sua, se precisar trabalhar por mais tempo, por exemplo, ou se precisar sacrificar um final de semana de passeio. Sabendo dos seus planos, eles saberão que a recompensa do final compensa o esforço de agora.

Estamos aqui para te lembrar de não desistir

Parte da nossa missão aqui na Volare Paper é essa… te lembrar: “não desista, continue! Cadê os planos que vocês fez lá no começo do ano? Não fez planos? Faça agora! Nunca é tarde pra começar. Daqui a um ano, você vai desejar ter começado hoje.” Pois sabemos o quanto é gostosa a satisfação da realização. Outro dia abrimos a caixinha de perguntas no instagram pedindo só pra quem já é cliente comentar porque gosta dos nossos produtos. Uma pessoa respondeu que tudo o que ela colocou no planner no começo do ano, conseguiu realizar. Ela atribuiu isso aos nossos produtos, mas maravilhosa é ela e o mérito é todo dela! 

O planner vai te ajudar muito, ele é a melhor ferramenta para te apoiar na busca dos seus objetivos, mas ele sozinho não resolve. E fizemos essa live para te provocar.

Bora retomar os projetos que você parou? Em que estágio eles estavam? Que pendências você tem?

Ainda restam mais 6 meses inteiros para que você chegue no dia 31 de dezembro com a certeza que deu seu melhor, que se moveu, progrediu. Você não pode terminar o ano no mesmo lugar em que começou. E no mesmo lugar, eu digo na mesma zona de conforto, acomodada. Saia do lugar! Siga essas dicas:

1) Retome seus objetivos

Pegue um papel e reescreva o que você se deu como objetivo lá em janeiro. Se você não definiu no começo do ano, defina agora. Papel e caneta na mão. Faça de conta que o ano começa agora. Certifique-se de que suas metas são SMART: (S) Específica, (M) Mensurável, (A) Atingível, (R) Realista e (T) Tempo – tem prazo para ser realizada. Tem mais sobre isso neste post.

2) Tenha claro o que te motiva e o que te desmotiva

Analise onde você parou, porque parou. Entender as motivações do desânimo e da desacelerada são importantes. Tem um espaço na seção objetivos macro dos nossos planners que é pra você registrar porque aquele objetivo é importante, qual sua motivação. Lembre-se da frase de Nietzsche: “Quem tem um porquê enfrenta qualquer como.” Volta lá no seu planner 2022 (se você tem), e releia essa motivação. Ou então, escreva agora.

3) Redimensione seus objetivos

Se colocou uma meta ousada demais e por isso, perdeu o ânimo? Dê um passo atrás, defina algo mais realista, agora pensando nos 6 meses que restam. É hora de correr atrás do tempo perdido.

4) Se cobre!

O compromisso é seu com você mesma, ninguém vai te cobrar. Coloque lembretes no celular, post its na parede, invente formas de chamar a sua própria atenção.

Temos certeza que se você seguir esses passos, em dezembro você vai nos agradecer!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima